quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Esquerda vou ver II

Deu no PT online
Por Agência PT de notícias 21-11-2015

Lula destacou que PT é o mais importante partido de esquerda da América Latina. 

Lula nunca escondeu que sempre desconfiou da esquerda – e ninguém há de negar que lhe sobram bons motivos. Quando fundou o Partido dos Trabalhadores – se bem me lembro –, o fez para que a sua classe tivesse voz própria na cena política e achasse o seu próprio caminho em meio às infindáveis batalhas ideológicas das velhas organizações. 

Mas parece ter mudado de ideia, porque não apenas nunca mais usou o termo “classe trabalhadora” – diria até que passou a fazer questão de evitá-lo – como aceitou de bom grado que os intelectuais do PT o redefinissem como um partido “de esquerda”, o “mais importante do país”, que “se apoia” na classe trabalhadora – como diz a resolução de seu penúltimo congresso. 

Talvez Lula tenha encontrado na cúpula do PT, ou selecionado para a função, uma esquerda que considere afinada com os interesses de sua classe de origem e apta a conduzir a sua política.

Ou talvez acredite que, por ser o líder máximo do PT e concentrar em sua pessoa a representação da própria classe, é esta que – desde a fundação do partido – continua a “se apoiar” na esquerda, e a dirigi-la, pense a esquerda o que quiser pensar. 

A terceira possibilidade – mais provável – é que nem a classe trabalhadora nem a esquerda signifiquem, a essa altura, coisa alguma para Lula, somente “o Brasil”, cuja história há de ser redefinida segundo um “antes” e um “depois” do ano-referência de 2003, pelo fato elementar de o país jamais ter tido um presidente como ele!


2015-11-25

Leia também, neste blog, "Esquerda vou ver"
http://avebarna.blogspot.com.br/2014/12/esquerda-vou-ver.html





Nenhum comentário:

Postar um comentário