domingo, 3 de abril de 2016

Adesões em massa!

Lançando mão, sem a menor cerimônia, dos direitos que lhe são proporcionados pela vigência, na Internet, e sabe Deus até quando, das liberdades idiossincráticas, o blogueiro tem a satisfação de anunciar aos seus leitores duas importantíssimas adesões ao Comitê Suprapartidário Avebarna Contra o Impeachment - Em Defesa do Mandato Dilma Rousseff:





  • Chico Buarque de Holanda, Deus da MPB e semideus das boas causas, que, por ocasião da manifestação de 31 de março, no Largo da Carioca, não só desceu à Terra - onde, aliás, prefere viver - como empunhou o microfone para, diante da multidão delirante, cantar a sua própria versão do sucesso popular "Não vai ter Golpe":

— Gente que votou no PT, gente que não gosta do PT, gente que foi do PT e se desiludiu, gente que votou na Dilma, gente que votou na Dilma e está decepcionado com o seu governo. Mas, sobretudo, a gente não pode pôr em dúvida a integridade da presidente Dilma Rousseff (..). Vamos fortalecer a democracia. Não vai ter golpe. De novo não. (O Globo 31-03-2016)


  • Monica Iozzi, a noviça rebelde das Organizações Globo, trânsfuga, desertora, autêntica ovelha negra da Grande Imprensa Pró-Impeachment, que, sentindo-se inadequadamente representada na notícia da GloboNews sobre a mesma manifestação - "Manifestantes vão às ruas em defesa da presidente Dilma no Largo da Carioca, no Rio" -, sapecou em seu twitter:




Para depoimentos dos demais membros do Comitê Avebarna sobre o caráter da batalha em curso, clique em 


2016-04-04