segunda-feira, 14 de março de 2016

A politologia do Conselheiro Falcão

Deu n’O Globo online
Por Sérgio Roxo 13-03-2016
Presidente do PT se diz preocupado com vaias a políticos
"Me preocupou que a oposição que fomentou a convocação desse ato foi hostilizada em plena Avenida Paulista. Com os manifestantes chamando o governo Alckmin de ladrão de merenda, o Aécio de corrupto e se dirigindo a senadora Marta com palavras de baixo calão, obrigando até a sair com segurança. Em 1964, os golpistas que apoiaram os militares esperando que com a deposição do Jango iriam assumir o poder, foram simplesmente afastados e tivemos 21 anos de uma ditadura sanguinária. O golpe é ruim pra democracia", falou Rui Falcão em São Paulo. 



Falcão aconselha a oposição a não fazer marola que é pr'a canoa não virar:
        — Quem avisa amigo é: devagar com o andor que o santo é de barro. Cautela e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. Tenha claro que quem semeia vento colhe tempestade. Antes de falar de mim pensa no teu passado, pois quem tem telhado de vidro não atira pedras no do vizinho. E como o pecado confessado está meio perdoado, não perca a chance: seguro morreu de velho. Gigante com pés de barro não enfrenta a correnteza e, em rio que tem piranha, jacaré nada de costas. Além do mais, a união faz a força e, certo como dois e dois são quatro, depois da tempestade vem a bonança. Devagar se vai ao longe. Quem espera sempre alcança, minha gente. É todo mundo no mesmo barco: tamo junto e misturado!



2016-03-14